• Sclera_design process_carousel_1
  • Sclera_Adjaye_tulipwood-(3)_carousel.JPG

PROCESSO DE DESIGN

A preferência de David Adjaye pelo tulipeiro americano foi uma escolha interessante, visto que anteriormente esta espécie foi utilizada, maioritariamente, em aplicações de interiores.  No entanto, Adjaye estava ansioso por experimentar o uso desta madeira num projeto para o exterior. 

Ele tirou partido de uma das principais características do tulipeiro americano, que são as suas seções extremamente compridas, para criar os soalhos de madeira do pavilhão a partir das ripas compridas ao longo do maior comprimento do elipsoide. O extenso trecho dos soalhos de uma única peça acentua os diferentes tons naturais da madeira, convidando os visitantes a caminhar todo o comprimento do pavilhão.  Estas ripas de soalhos regulares contrastavam com as paredes e o teto, desenhados para realçar o efeito dinâmico da luz nas superfícies de madeira. 

A parede exterior estava composta por 370 postes de diferentes seções transversais com um comprimento até 4,50m, e estava espaceada de modo a permitir que a luz se filtre para o interior e que permitisse vistas para o exterior.  O efeito vibrante tridimensional do interior foi obtido com o uso de 910 comprimentos de módulos aleatórios de tulipeiro americano laminado, encaixados numa armação do teto de vigas de alta qualidade de carga que por sua vez se apoiavam nas paredes do perímetro.